Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.lnec.pt:8080/jspui/handle/123456789/1009820
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorFreire, T.pt_BR
dc.contributor.authorVeiga, M. R.pt_BR
dc.contributor.authorSantos Silva, A.pt_BR
dc.contributor.authorBrito, J.pt_BR
dc.date.accessioned2017-08-21T08:18:58Zpt_BR
dc.date.accessioned2018-03-01T15:33:58Z-
dc.date.available2017-08-21T08:18:58Zpt_BR
dc.date.available2018-03-01T15:33:58Z-
dc.date.issued2016-06pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.lnec.pt:8080/jspui/handle/123456789/1009820-
dc.description.abstractA importância da preservação do património cultural como parte integrante da história, cultura e identidade dos povos, bem patente nas cartas e convenções internacionais que lhe são dedicadas, promove a manutenção, sempre que possível, dos materiais e técnicas construtivas originais. Por outro lado, os resíduos de construção e demolição (RCD) constituem uma parte muito significativa dos resíduos produzidos em Portugal, situação comum à generalidade dos Estados- Membros da UE (1). No âmbito da estratégia «Europa 2020», as metas em matéria de resíduos foram recentemente redefinidas e são agora ainda mais ambiciosas. Sabendo que a principal prioridade é a prevenção da sua produção, urge pôr em prática medidas que visem o desenvolvimento e a utilização de soluções que cumpram este objectivo. A reabilitação do património construído é, precisamente, uma das áreas onde há ainda muito a fazer. De facto, nos últimos anos assistiu-se a um aumento considerável (embora ainda insuficiente) do número de intervenções em edifícios antigos. No entanto, a adopção de abordagens mais conservadoras, um conceito supostamente defendido por todos os intervenientes, está longe de ser uma prática comum. “Reabilitar e conservar” é possível e desejável. Basta que, para isso, se invista não só no desenvolvimento de soluções devidamente sustentadas por estudos de compatibilidade e exequibilidade, mas também na sua implementação. O presente trabalho foi desenvolvido neste contexto e tem como principal objectivo a preservação dos revestimentos interiores de paredes e tectos de edifícios antigos com base em gesso. A metodologia adoptada e os principais resultados obtidos são apresentados neste artigo. Abordar-se-á, ainda, a planificação da realização de ensaios de aplicação em obra, de forma a avaliar a trabalhabilidade dos produtos e o seu comportamento em serviço, a que se seguirá a implementação no terreno. Assim contribui-se para uma maior preservação dos interiores dos edifícios antigos, para a redução significativa dos RCD e para a utilização de matérias-primas virgens e/ou recicladas, bem como para a diminuição da energia utilizada na sua transformação, transporte, etc., rumo a uma economia circular.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherITeCons - Instituto de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico para a Construção, Energia, Ambiente e Sustentabilidadept_BR
dc.rightsrestrictedAccesspt_BR
dc.subjectEdifícios antigospt_BR
dc.subjectRevestimentos com base em gessopt_BR
dc.subjectProdutos de reparação compatíveispt_BR
dc.subjectPreservação do património culturalpt_BR
dc.subjectRedução da produção de resíduospt_BR
dc.titleA preservação do património arquitectónico rumo a uma economia circular: o caso dos revestimentos interiores antigos portugueses com base em gessopt_BR
dc.typeworkingPaperpt_BR
dc.identifier.localedicaoCoimbrapt_BR
dc.identifier.localCoimbrapt_BR
dc.description.sectorDM/NMMpt_BR
dc.identifier.proc0204/112/19715pt_BR
dc.identifier.conftitleII Simpósio de Argamassas e Soluções Térmicas de Revestimentopt_BR
dc.contributor.peer-reviewedSIMpt_BR
dc.contributor.academicresearchersSIMpt_BR
dc.contributor.arquivoNAOpt_BR
Appears in Collections:DM/NMM - Comunicações a congressos e artigos de revista

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.