Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.lnec.pt:8080/jspui/handle/123456789/1009327
Title: Extensão total na força máxima de varões de aço. Alteração do método da sua determinação através de um extensómetro
Authors: Baptista, A. M.
Louro, A. S.
Mendes, R. A.
Filipe, J.
Keywords: Betão armado;Varões de aço;Ensaio de tração;Extensão total na força máxima;Método de medição
Issue Date: Nov-2016
Publisher: LNEC
Abstract: A extensão total na força máxima, Agt, é uma das características do aço dos varões para betão armado que permite avaliar a sua ductilidade. Esta característica é avaliada através de ensaios de tração de provetes retirados de varões, sendo habitualmente utilizados dois tipos de métodos diferentes para a sua determinação, ambos previstos nos documentos normativos existentes. Um dos métodos utilizados baseia-se na medição manual da deformação permanente sofrida pelo provete num determinado comprimento de referência. Em alternativa, o valor de Agt pode ser determinado a partir do registo força-deformação, obtido ao longo do ensaio de tração com recurso a um extensómetro colocado sobre o provete. Porém, é frequente constatar a existência de diferenças muito significativas entre os valores de Agt obtidos através dos dois métodos referidos. Estas diferenças conduzem por vezes a uma dispersão elevada dos valores desta característica, obtidos no âmbito de ações de acompanhamento da produção dos varões de aço para betão armado, dificultando a sua apreciação. O presente artigo apresenta um estudo comparativo entre os valores de Agt obtidos em 280 ensaios de varões com diferentes origens, diâmetros e classes de resistência. Para cada um dos provetes ensaiados, o valor de Agt foi determinado através dos dois métodos atrás referidos, tendo ainda sido utilizados simultaneamente dois extensómetros colocados em zonas diferentes do provete. Com base na comparação entre os resultados obtidos num mesmo provete, em cada um dos ensaios, foram elaboradas propostas de alteração do método baseado na utilização de um extensómetro, de modo a reduzir os desvios entre os respetivos resultados e os obtidos por medição manual. Por fim, procede-se à validação do novo método de medição com base nos resultados de outros 110 ensaios de tração.
URI: http://repositorio.lnec.pt:8080/jspui/handle/123456789/1009327
ISBN: 978-972-49-2289-8
Appears in Collections:DE/NCE - Comunicações a congressos e artigos de revista

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
9QIC_2016_paper_10.pdfDocumento Principal567.21 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.