Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.lnec.pt:8080/jspui/handle/123456789/1008891
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorRamos, H.pt_BR
dc.contributor.authorPereira, J.pt_BR
dc.contributor.authorSá-da-Costa, M.pt_BR
dc.contributor.authorRodrigues, M. P.pt_BR
dc.date.accessioned2016-12-20T10:10:12Zpt_BR
dc.date.accessioned2017-04-13T11:24:36Z-
dc.date.available2016-12-20T10:10:12Zpt_BR
dc.date.available2017-04-13T11:24:36Z-
dc.date.issued2016-11pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.lnec.pt:8080/jspui/handle/123456789/1008891-
dc.description.abstractOs revestimentos de parede, as tintas, os adesivos ou os materiais à base de madeira, podem emitir formaldeído e outros compostos orgânicos voláteis (COV), que estão muitas vezes associados a problemas de saúde e de bem-estar no interior dos edifícios. Segundo o requisito básico número três, Higiene, Saúde e Ambiente, do Regulamento dos Produtos de Construção (CPR, 305/2011), “as obras de construção devem ser concebidas e realizadas de modo a não causarem, durante o seu ciclo de vida, danos à higiene, à saúde e à segurança dos trabalhadores, dos ocupantes e dos vizinhos”, contemplando-se neste contexto a emissão de compostos orgânicos voláteis (COV) para o ar interior. A avaliação das emissões dos produtos de construção tem como objetivo promover o uso de produtos com baixa emissão no interior das habitações e reduzir o impacto da sua utilização, na saúde e bem estar dos ocupantes. Para responder a esta preocupação, estão atualmente em desenvolvimento normas europeias relativas a métodos de ensaio para determinação da emissão de COV de diferentes tipos de produtos. Brevemente, a marcação CE dos produtos para uso no interior dos edifícios necessitará de comprovação quanto à emissão de COV. Nesta apresentação faz-se uma breve incursão sobre a legislação disponível relativamente às emissões de COV pelos produtos de construção e são relatados alguns métodos de ensaio para a sua determinação. Na sequência do desenvolvimento, no LNEC, de métodos de avaliação da emissão de COV de produtos de construção, apresentam-se os resultados obtidos relativamente a um material compósito que está a ser desenvolvido com o intuito de uma utilização no interior de edifícios. Nesta avaliação foi possível constatar que aquele material representa uma fonte de emissão de determinados compostos orgânicos voláteis.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherLNECpt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectCompostos orgânicos voláteis (COV)pt_BR
dc.subjectEmissãopt_BR
dc.subjectProdutos da construçãopt_BR
dc.titleEmissão de compostos orgânicos voláteis (COV) em produtos da construçãopt_BR
dc.typeconferenceObjectpt_BR
dc.identifier.localedicaoLisboapt_BR
dc.description.pages11ppt_BR
dc.identifier.localLisboapt_BR
dc.description.sectorDM/NMOpt_BR
dc.identifier.conftitleQIC 2016pt_BR
dc.contributor.peer-reviewedSIMpt_BR
dc.contributor.academicresearchersSIMpt_BR
dc.contributor.arquivoSIMpt_BR
Appears in Collections:DM/NMO - Comunicações a congressos e artigos de revista

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
QIC2016_comunicacao_HS.pdf488 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.