Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.lnec.pt:8080/jspui/handle/123456789/1008157
Title: Análise de sensibilidade à incerteza dos forçamentos na previsão da qualidade da água em tempo real
Authors: Rodrigues, M.
Rogeiro, J.
David, L. M.
Fortunato, A. B.
Oliveira, A.
Keywords: Sistemas de previsão em tempo real;Incerteza,;Modelação numérica;Salinidade;Indicadores microbiológicos;Estuário do Tejo
Issue Date: Mar-2016
Publisher: APRH
Abstract: Os sistemas de previsão e monitorização em tempo real constituem ferramentas inovadoras para a gestão otimizada da água em meios estuarinos e costeiros. O LNEC desenvolveu uma plataforma para a gestão em tempo real dos meios aquáticos, baseada na WIFF – Water Information and Forecast Framework. Esta plataforma foi recentemente alargada para a previsão da qualidade da água no estuário do Tejo. O sistema de previsão do estuário do Tejo baseia-se na aplicação do modelo hidrodinâmico e de qualidade da água ECO-SELFE, forçado por previsões oceânicas, fluviais, atmosféricas e da rede drenagem urbana. Este sistema disponibiliza previsões de níveis, velocidades, salinidade, temperatura e indicadores microbiológicos para um período de 48 horas, tendo a sua utilidade sido demonstrada no apoio à gestão da qualidade da água. Persistem, no entanto, vários desafios na previsão em tempo real da qualidade da água. Quantificar e reduzir a incerteza associada ao processo de modelação em cascata é fundamental para melhorar a precisão das previsões. Em particular, é essencial perceber quais os forçamentos chave cuja precisão poderá pôr em questão a qualidade das previsões. Assim, procede-se a uma análise de sensibilidade da influência dos forçamentos nas previsões da circulação e da qualidade da água no estuário do Tejo. A abordagem utilizada consiste na definição de cenários realistas para os forçamentos oceânico, fluvial, atmosférico e das descargas urbanas, e na comparação das previsões obtidas em cada um destes cenários com as previsões do modelo implementado em tempo real para o período de um ano (2013/2014). Os resultados sugerem uma influência significativa do caudal fluvial e do forçamento atmosférico nas previsões de salinidade e de temperatura, respetivamente. Estes forçamentos influenciam também significativamente a concentração dos indicadores microbiológicos, com uma maior influência do caudal fluvial a montante e do forçamento atmosférico a jusante, e uma influência local das descargas.
URI: http://repositorio.lnec.pt:8080/jspui/handle/123456789/1008157
Appears in Collections:DHA/NEC - Comunicações a congressos e artigos de revista

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
rodriguesetal_2016_13CA.pdf3.16 MBAdobe PDFView/Open
Declaracao_Autorizaçao_Editora.pdf17.15 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.