Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.lnec.pt:8080/jspui/handle/123456789/1004335
Title: Desempenho térmico e qualidade do ar interior de salas de aula de uma escola secundária
Authors: Gomes, R.
Pinto, A.
Pina dos Santos, C.
Keywords: Conforto térmico;Ventilação;Qualidade do ar interior;Simulação numérica
Issue Date: 18-Dec-2012
Publisher: LNEC
Abstract: Tem-se registado um aumento continuado dos consumos de energia nos edifícios em Portugal, sustentado em parte, pela alteração dos padrões de conforto e a utilização cada vez maior de equipamentos. As preocupações de conservação de energia e da eficiência energética, quer na perspetiva de redução do impacte ambiental, quer da dependência energética externa, conduziu a União Europeia à publicação da Diretiva sobre a eficiência energética nos edifícios em 2002 e à sua recente reformulação em 2010. A eficiência energética nos edifícios envolve uma componente tecnológica e aspetos comportamentais dos ocupantes. As escolas, atendendo à sua utilização predominantemente diurna, são edifícios cujo consumo de energia pode ser minimizado através de uma envolvente adaptada ao clima e de uma adequada utilização pelos seus ocupantes. Encontra-se a decorrer um projeto de investigação no qual se está a estudar uma escola secundária de Lisboa, remodelada ao abrigo do Programa de Modernização das Escolas do Ensino Secundário, dirigido pela Parque Escolar, E.P.E. Este projeto, entre outros objetivos, visa avaliar a influência de fatores relevantes no consumo de energia da escola e identificar medidas de melhoria de conforto dos seus utilizadores. Com a remodelação da escola em estudo, a envolvente dos edifícios foi objeto de alterações significativas, realçando-se: a melhoria do isolamento térmico das paredes, da cobertura e das janelas e a alteração de janelas e dos respetivos dispositivos de proteção solar. Para assegurar a satisfação dos requisitos regulamentares foram instalados sistemas de climatização na maioria dos espaços interiores. Neste artigo apresentam-se os resultados obtidos da simulação térmica computacional de um bloco da escola. Foram analisados diferentes cenários comportamentais adotados (ou a adotar) pelos ocupantes, ao nível da atuação de portas e janelas (ventilação passiva); da atuação da proteção solar (ganhos térmicos e iluminação natural) e da iluminação artificial. Em função desses resultados foi avaliado o impacte dos diferentes cenários estudados nas condições de conforto, qualidade do ar interior e nos consumos energéticos estimados. As conclusões deste artigo apontam para um potencial de poupança energética reduzido, mas também para o estabelecimento de práticas de funcionamento da escola e comportamentais que asseguram uma boa qualidade do ar e o conforto térmico dos seus ocupantes.
URI: http://repositorio.lnec.pt:8080/jspui/handle/123456789/1004335
Appears in Collections:DED/NAICI - Comunicações a congressos e artigos de revista

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Construçao2012_ID85_AP.pdf163.55 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.