Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.lnec.pt:8080/jspui/handle/123456789/1003381
Title: Controlo e prevenção de anomalias devidas à cristalização de sais solúveis em edifícios antigos
Authors: Puim, P.
Gonçalves, T. D.
Brito, V.
Keywords: Sais solúveis;Humidade;Métodos de controlo
Issue Date: Apr-2012
Citation: Pedro Puim, Teresa Diaz Gonçalves e Vânia Brito (2012) CONTROLO E PREVENÇÃO DE ANOMALIAS DEVIDAS À CRISTALIZAÇÃO DE SAIS SOLÚVEIS EM EDIFÍCIOS ANTIGOS, Proc. Encontro sobre Patologia e Reabilitação de Edifícios – PATORREB 2012.
Abstract: A acção dos sais solúveis é uma causa frequente de degradação em edifícios antigos. Quando há presença de água, os sais dissolvem-se e formam soluções que migram nos poros de materiais como a pedra, os cerâmicos ou as argamassas. A degradação ocorre, em geral na sequência de processos de secagem, devido à cristalização de sais no interior dos poros, formando subflorescências que podem gerar tensões internas, ou na superfície do material, formando eflorescências. Este artigo analisa diferentes métodos de controlo da degradação por sais. Baseia-se numa revisão de literatura recente que foca, principalmente, documentos publicados após o ano 2000. Identificaram-se diferentes métodos, que obedecem a um ou mais dos seguintes princípios de funcionamento: (a) eliminação dos sais; (b) eliminação da humidade; (c) alteração do comportamento dos sais; (d) controlo ambiental; (e) alteração das características do meio físico em que se dá a degradação. Os métodos analisados são: a remoção mecânica de eflorescências, a remoção de materiais contaminantes, o uso de compressas, a remoção electroquímica de sais, o uso de microrganismos, os modificadores de cristalização, o uso de revestimentos, o controlo climático, o controle da humidade ascensional e o método do hidróxido de bário. A complementaridade entre os métodos é também abordada, discutindo os possíveis benefícios de uma acção combinada. O artigo foca ainda algumas medidas de prevenção destinadas a reduzir o risco de ocorrência da degradação. No final, as práticas estudadas são sistematizadas de acordo com três abordagens possíveis: prevenção, mitigação e correcção.
URI: http://repositorio.lnec.pt:8080/jspui/handle/123456789/1003381
Appears in Collections:DM/NBPC - Comunicações a congressos e artigos de revista

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Resumo - P3-20-03_comunicaçãoPATORREB2012_reduzida6pag.pdf315.42 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.