Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.lnec.pt:8080/jspui/handle/123456789/1003073
Title: Caracterização da oferta de casas de madeira em Portugal - Inquérito às empresas de projecto, fabrico, construção e comercialização
Authors: Morgado, L.
Branco Pedro, J.
Issue Date: Dec-2011
Publisher: LNEC
Series/Report no.: RELATÓRIO 118/2011 – NAU;
Abstract: A União Europeia estabeleceu metas para a redução de consumos de energia, de resíduos de construção e demolição, e de emissões de gases causadores do efeito de estufa. A procura de soluções para atingir estar metas, através de formas alternativas de construção, tem conduzido a um interesse crescente pela utilização da madeira como material de construção. Em alguns países grande parte das casas é construída em madeira, mas em Portugal, pelo contrário, o volume de construção de casas de madeira é atualmente muito reduzido. Tendo em atenção a dimensão do sector florestal nacional, as vantagens ambientais da utilização da madeira na construção e o reduzido volume de construção em madeira em Portugal, considerou-se importante e oportuno aprofundar o conhecimento sobre a construção em madeira. Neste sentido foi realizado um estudo com o objetivo de caracterizar a oferta de casas de madeira em Portugal, centrado nas empresas que as projetam, fabricam, constroem e comercializam. Para recolher a informação necessária, foi desenvolvido e aplicado um inquérito às empresas que operam no sector da construção de casas de madeira. Como complemento, realizaram-se visitas e entrevistas a nove dessas empresas. A informação obtida foi analisada por tema e no seu conjunto. Os principais resultados obtidos foram os seguintes: as empresas do sector são maioritariamente microempresas com uma oferta diversificada de serviços e sistemas construtivos; as madeiras de espécies resinosas europeias são as mais utilizadas; metade das empresas considera o licenciamento um procedimento variável e subjetivo; a certificação é avaliada como positiva, mas as empresas são críticas quanto ao custo e à complexidade do processo; as empresas são flexíveis quanto às características arquitetónicas das casas de madeira, no entanto os clientes preferem casas rústicas; as principais dúvidas dos consumidores são a segurança e o desempenho; a maioria das casas de madeira construídas em Portugal foi produzida por um número reduzido de empresas e cerca de um quarto da produção das empresas portuguesas destina-se à exportação; o preço das casas de madeira tende a ser inferior ou igual ao das casas de construção corrente; há a expectativa de que a procura irá aumentar; e os arquitetos ainda têm uma intervenção reduzida neste sector. O presente relatório está organizado em oito capítulos. No primeiro capítulo faz-se a introdução ao estudo e no segundo descrevem-se os instrumentos de recolha de informação utilizados e o trabalho de campo. Nos capítulos 3 a 8 é analisado o sector da construção de casas de madeira nos seguintes aspetos: as empresas, os sistemas construtivos em madeira, o processo de licenciamento e certificação, a procura vista pela oferta, as perspetivas de futuro e o papel dos arquitetos. No último capítulo são apresentadas as conclusões do estudo, discutidos os resultados e propostas linhas de desenvolvimento futuro. Em anexo apresenta-se a relação das empresas inquiridas, o questionário utilizado, uma caracterização dos sistemas estruturais, a carta de apresentação do questionário, sínteses das visitas às empresas e propostas de aperfeiçoamento do questionário.
Description: Este registo pertence ao Repositório Científico do LNEC
URI: http://repositorio.lnec.pt:8080/jspui/handle/123456789/1003073
Appears in Collections:DED/NUT - Relatórios Científicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rel 118_11 dspace.pdf3.23 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.