Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.lnec.pt:8080/jspui/handle/123456789/1002156
Title: Viabilidade do fabrico de estruturas de madeira lamelada colada com pinho bravo tratado
Authors: Gaspar, F.
Gomes, A.
Ribeiro Nunes, L. M.
Cruz, H.
Keywords: Madeira lamelada colada;Pinho bravo;Produtos preservadores de azóis de cobre;Delaminação;Resistência ao corte;Glued laminated timber;Maritime pine;Copper azole preservatives;Delamination;Shear strength
Issue Date: Jun-2011
Publisher: Departamento de Engenharia Civil da FCTUC
Series/Report no.: Comunicação;
Abstract: Foi realizado um programa experimental tendo em vista avaliar o desempenho da madeira lamelada colada (glulam) de pinho bravo tratado com um produto preservador de azóis de cobre. A resistência das juntas coladas cumpriu os requisitos da norma EN 386 (2001) sem influência da pressão de aperto e da temperatura de cura. Segundo a mesma norma, a delaminação foi satisfatória para as temperaturas de cura mais elevadas aplicadas com uma pressão de aperto de 0,6 N/mm2. As ligações de entalhes múltiplos fabricadas com madeira tratada apresentaram resistência satisfatória à flexão. O tratamento preservador não influenciou o módulo de elasticidade das vigas. Segundo uma simulação de Monte Carlo realizada e de acordo com os requisitos da norma NP EN 1194 (2002), é possível fabricar madeira lamelada colada da classe GL 28c se for usada madeira de Pinho bravo classificada visualmente nas classes E e EE (NP 4305, 1995) nas lamelas interiores e extremas, respectivamente, e da classe GL 24h quando forem usadas ambas as classes em proporções iguais aleatoriamente distribuídas pelo elemento estrutural. A study was conducted to evaluate the performance of glued laminated timber (glulam) of maritime pine treated with a copper azole preservative product. Shear strength of glue lines met the requirements of EN 386 (2001) with no influence of clamping pressure and cure temperature. According to the same standard, delamination was satisfactory for higher cure temperatures applied with a clamping pressure of 0,6 N/mm2. Finger joints made with treated wood presented satisfactory bending strength. The preservative treatment did not influence the modulus of elasticity of the beams. According to a Monte Carlo simulation and following the requirements of EN 1194 (2002), glulam of class GL 28c can be manufactured if visually graded maritime pine of classes E and EE (NP 4305, 1995) is used in the inner and outer lamellas, respectively, and class GL 24h when using both grades in equal proportions randomly distributed through the glulam element.
URI: http://repositorio.lnec.pt:8080/jspui/handle/123456789/1002156
ISBN: 978-989-96461-2-4
Appears in Collections:DE/NCE - Comunicações a congressos e artigos de revista

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Viabilidade do fabrico de estruturas de madeira lamelada colada com pinho bravo tratado.pdf194.45 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.