Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.lnec.pt:8080/jspui/handle/123456789/1002112
Title: Escorrências pluviais na auto-estrada a1 diferentes características em 2002 e 2009
Authors: Barbosa, A. E.
Fernandes, J. N.
Keywords: Auto-estrada a1;Escorrências de estradas;Evolução temporal;Monitorização;G-terra;Poluição
Issue Date: Oct-2010
Abstract: O projecto G-Terra teve início em Janeiro de 2008 e apresenta como uma tarefa a monitorização de escorrências em 5 estradas nacionais. A Auto-Estrada A1 encontrava-se definida como um dos casos de estudo, visto já ter sido objecto de um estudo de monitorização em 2002, permitindo efectuar uma comparação dos dados caracterizadores das escorrências ao fim de 7 anos. Nunca foi possível efectuar esta análise para nenhuma estrada nacional. Os resultados indicaram que os SST, óleos e gorduras e Fe apresentam uma concentração média muito inferior em 2009, comparada com 2002. O Pb quase não é quantificável, na monitorização de 2009, podendo-se dizer que “desapareceu” das escorrências da A1. O Zn e o Cu, apresentam em 2009 médias sensivelmente de metade das registadas em 2002. Esta avaliação temporal parece indicar que o Pb estará, definitivamente, fora da lista de poluentes chave em escorrências de estradas nacionais. Pelo contrário, o Cu será um parâmetro chave adequado, por apresentar estabilidade e constância na sua presença. Verificou-se tanto em 2002 como 2009 concentrações de SST, óleos e gorduras e Fe a excederem o VLE para descarga de águas residuais (Anexo XVIII do Decreto-Lei n.º236/98), confirmando-se a importância do sistema de tratamento existente.
URI: http://repositorio.lnec.pt:8080/jspui/handle/123456789/1002112
Appears in Collections:DHA/NRE - Comunicações a congressos e artigos de revista

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
14ENASB_Comun_210_Barbosa&Fernandes.pdf1.36 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.